quarta-feira, 8 de outubro de 2008

A dúvida que não quer calar!


Esses dias entrei no blog de um amigo e ele comentava de suas férias na Itália. Que lá as "véias" iam pra praia sem a parte de cima do biquíni, com as "peitolas" caídas amostra. Me lembrei que quando fui a Portugal meses atrás presenciei a mesma cena: velhotas pelancudas, molengas e por vezes gordotas com seus peitolões amostra pra quem quisesse ver.

Eis a dúvida que não quer calar:
1. Essa atitude "tô nem aí" pode ser considerada uma evolução da espécie? Um despudor e desapego com o corpo tamanho a ponto de não estar nem aí se tá caído, mole ou gordo? Seriam elas seres evoluídos, onde o espiritual impera e o material/corporal pouco importa?

2. Seria isso um primitivismo da espécie? Algo capaz de afugentar até os tubarões, mas que por uma falta de noção tamanha elas desconhecem se quer essa possibilidade?
Onde o que impera na pessoa é a inconsciência de suas atitudes?

3. Talvez uma depressão profunda consigo mesma? Um ser assexuado, com uma falta total de estima e sex appeal?

4. Seria uma forma de "aparecer" na multidão? Uma forma de se mostrar? De apresentar seu resolvido sex appeal (mesmo estando fora dos padrões da sociedade capitalista) a quem quiser ver?

E mais: podem os homens acabarem por se excitar até com molengas mamas senhoris?

Help me! ; -)






6 comentários:

Fe Iensen disse...

acho que nenhuma das alternativas anteriores.
Ano passado fui para o mesmo lugar que tu foi recentemente, lá no sul de Portugal chamado Algarve e depois fui em outras praias européias no sul da França. Vi as mesmas velhotas com suas mamonas pelancudas e gordas a mostra. Fiquei pensando sobre aquilo a viagem inteira e cada vez que desembarcava em uma nova praia tentava observar melhor essas pessoas.
Acho que os europeus são um povo mais desapegado do material e muito apegado no cultural. Não vivem e não tentam copiar tanto a máquina capitalista norte americana nem nos padrões californianos e hollywoodianos de beleza, como nós brasileiros vivemos.
Sobre as mamonas de fora, acho que elas gostam do corpo que tem mesmo, sem querer ser hipocrita, mas realmente acredito que elas gostam do corpo delas e que fazer topless é só uma forma mais confortável de tomar sol e curtir a praia e não levam para o lado sexual ou sensual...

LuRodrigues disse...

Eu acho que depois de uma certa idade, a gente deixa de dar importância pra certas coisas, como o corpo. A pessoa já fez tudo o que tinha que fazer na vida, já trabalhou, ja casou, ja pariu, ja enfrentou problemas, já amadureceu. Ela não precisa mais provar nada pra ninguém, muito menos que é gostosa. Acho que é um desapego emocional que prova o quão evoluída essa pessoa é.
Beijos

Ramon disse...

Mas tem um monte de gatinha mostrando peito também!

Me dizem elas que o pessoal aqui não curte marquinha de biquini, o que eu acho uma pena...

Gis disse...

Tô mais pro comentário da Fe Iensen, é apenas cultural. Bjos!

fabreisdf disse...

Isso vai virar enquete, hein!

Então, tenho a mesma opinião que o Lurodrigues. Acho que é a maturidade traz liberdade mental e comportamental. A pessoa leva tanto tempo pra se livrar de dogmas, experimenta tantas situações, sentimentos, ilusões e desilusões que depois de uma certa idade, alguns (que isto seja dito), resolvem ouvir as próprias vontades. Só elas vão saber qual é o prazer de sentir o sol, o vento, a gravidade no corpo. Talvez seja um antídoto. Uma forma de encontrar juventude. Correr pra molhar os pés na praia como se fossem garotinhas de 15, 25 anos.

O melhor de tudo isso é o questionamento que mostrar as pelancas ou não causam nelas mesmas ou em pessoas como nós. O que isso realmente significa?

Será que vou mostrar minhas pelanquinhas algum dia?

Lua disse...

Adoro os coments de vocês. E adorei a participação masculina tb! ;-)

Só um parenteses Fabi: é a Lu Rodrigues e não o Lu - uahuah!

beijos