terça-feira, 20 de novembro de 2007

Um pouquinho de Jung!

A função da sombra é representar o lado contrário do ego e encarnar, precisamente, os traços de caráter que mais detestamos nos outros.

A sombra quase sempre aparece nos sonhos sob uma forma personificada. Geralmente nos sonhos e mitos essa personificação é uma pessoa do mesmo sexo.
Ela não é o todo da personalidade inconsciente. Representa qualidades e atributos desconhecidos ou pouco conhecidos do ego.
Quando uma pessoa tenta ver a sua sombra, ela fica consciente e muitas vezes envergonhada das tendências e impulsos que nega existirem em si mesma, mas que consegue perfeitamente ver nos outros.

A sombra apresenta-se muitas vezes como um ato impulsivo consciente que supúnhamos que não tínhamos a intenção de desabrochar!

A-D-O-R-O!

Um comentário:

LuRodrigues disse...

Ai, que profundo isso, Luana!
Sai desse blog e vai trabalhar nas inaugurações. Hehehehe.
Beijos